Carta referente ao Mês de Maio

05/06/2011 00:00

Paraguay, Caaguazú, Aldeias Mbyá Guarani, 05 de Junho de 2011

Graça e paz do Senhor amados. 

È com alegria no Senhor Jesus que lhes escrevo. O trabalho aqui segue e toma força, porem ainda o considero a passos lentos, poderíamos fazer bem mais, pois temos tempo e disposição para a obra, apesar da falta de obreiros que nos ajudem e de recursos e ferramentas.

As aldeias são muitas, pela dificuldade do acesso e falta de uma moto temos atendido prioritariamente a aldeia Joyvy, por algumas vezes conseguimos condução para nos levar, porem em outras temos que ir a pé, são 7 km de distancia da nossa casa, 14 km ida e volta. No fim do mês passado recebemos o irmão Wellington de Belo Horizonte, nas Minas Gerais que veio nos visitar e também foi a Jocum de Coronel Oviedo, ele percorreu a estrada conosco de ida, na volta, em metade do caminho ganhamos uma carona, Aleluia!!!

As reuniões na aldeia têm sido bem animadas, desejo fazer reuniões maiores já que temos muitos índios que ainda não ouviram o evangelho, porem as casas são longes umas das outras e precisamos sair avisando antecipadamente quando temos reunião, costumamos ir as quartas e sábados. Mesmo com as reuniões de mensagem explosiva, oração e louvores entre aqueles que já se abriram para o evangelho, pretendemos começar classes de Evangelismo Cronológico todo domingo pela manhã, ainda nos falta à bateria para o Notebook, pois a nossa viciou, o Data Show e bateria para fornecer energia elétrica para os equipamentos, ou material visual em papel como o que usa a Missão Novas Tribos.

São poucos os crentes daqui, e muitos aparentemente sem compromisso verdadeiro, na cidade temos tentado aproximação com alguns deles que ainda parecem nos resistir, porem temos tido bom contato com outros, esperamos somar com eles no trabalho do Senhor, as reuniões com as crianças na cidade encontraram muita dificuldade devido à rebeldia, como eu nunca tinha imaginado, já as crianças da aldeia são tão tranqüilas e prestativas. Orem por todas elas; orem pelas reuniões de Evangelismo Cronológico, para que possamos começar logo tendo todo equipamento necessário, incluso bíblias em Guarani que para nós custam caro; ore pela construção de uma sala de aula para as crianças e de um galpão para reuniões e atividades; ore pelo inicio das refeições aos sábados, ainda precisamos do galpão, um fogão industrial e panelas; ore pela moto e melhor até seria um carro devido aos materiais que temos que transportar; e ore pelos Índios Mbyá Guarani e povo de Caaguazú, Paraguay.

Ore e firme um compromisso conosco e com esse projeto de Deus. 

Damos graças pela cesta básica que nos enviou a Igreja Quadrangular de Foz, pelo amado Antonio Carlos que muito contribuiu conosco, por pastor Enio e irmão Fabiano que tem arrecadado roupas para nosso bazar, pela igreja Batista de Arapongas e pastor Adriano, por pastor Eliezer, Igreja Batista Independente e Missão Total que são nossos parceiros.

No amor do mestre.